Os desafios de empreender em biotecnologia e ciências da vida

Acesse o link no final do artigo para baixar nosso e-Book Gratuito

A taxa total de empreendedorismo no Brasil vem aumentando ao longo dos anos mas, mesmo já existindo diversos programas que aceleram startups, incontáveis livros sobre empreendedorismo e outros conteúdos sobre o assunto, o empreendedor brasileiro ainda enfrenta diversas diculdades.
 
CENÁRIO GERAL DO EMPREENDEDORISMO NO BRASIL 

A pesquisa do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) de 2018, produzida pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP) com o apoio do SEBRAE, mostra que 38% dos brasileiros de 18 a 64 anos têm um negócio ou estão envolvidos na criação de um. 
Exemplo de imagem
Mesmo com o aumento no número de empreendedores, a pesquisa GEM Brasil 2018 também mostrou que existem barreiras que dificultam o surgimento de novos negócios do Brasil como tributos e burocracias, dificuldade de acesso ao crédito e a educação, capacitação e formação geral e técnica para empreendedores.

Custos altos para aquisição de equipamentos, montagem de planta produtiva e outras necessidades relativas ao desenvolvimento das soluções; 

Aspectos regulatórios que podem fazer com que as empresas demorem mais tempo para lançar seus produtos no mercado. Além disso, soluções disruptivas ou com alto nível de inovação podem se deparar com a falta de regulamentação. Por consequência, os órgãos regulamentadores podem levar mais tempo para criar uma regulamentação específica e aprovar ou não a solução apresentada;

Dificuldade em atrair investidores, devido ao fato dos investimentos serem altos e também de alto risco; 

Muitas soluções em biotecnologia e ciências da vida surgem nas universidades, mas não são aplicadas por falta de formação empreendedora.

 Assim, muitas boas soluções não saem das bancadas. 

Hub de Inovação de Biotecnologia e Ciências da Vida 

Para atender à necessidade de investimento financeiro e de educação empreendedora no meio científico foi criado o BiotechTown, hub de inovação em biotecnologia e ciências da vida, que fornece os recursos necessários e dá suporte à expansão de bionegócios em todas as suas etapas. 

O hub dispõe de infraestrutura completa de coworking, além de laboratório aberto (Open Lab) e planta de produção (CMO) de acesso fácil e com custos previsíveis para pesquisadores e empreendedores. Além disso, a equipe do BiotechTown oferece ao mercado seus conhecimentos científicos, tecnológicos e de mercado por meio do Programa de Desenvolvimento de Negócios.

Fonte: BiotechTown

Você quer ter conhecer o BiotechTown? Acesse o link abaixo:

Inscreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!